PSD questiona promessas de obras nas reuniões descentralizadas do Executivo Municipal de Guimarães

As obras anunciadas pelo Presidente da Câmara em reuniões descentralizadas motivaram uma intervenção do vereador Hugo Ribeiro, do PSD, no período antes da ordem do dia.
Depois de enumerar obras anunciadas e ainda por cumprir nas sessões do Executivo realizadas em Serzedelo, Sande Vila Nova, Urgezes, Fermentões e S. Torcato, Hugo Ribeiro disse não ser "uma boa conduta criar falsas expectativas". Mas para Domingos Bragança que já tem "saudades" das sessões descentralizadas, a questão é "como é possível tantas obras nas freguesias".

O Presidente da Câmara esclareceu que todas as obras anunciadas estão em desenvolvimento, seja na execução de projecto ou na aquisição de terrenos, garantindo que "todas as obras anunciadas vão ser concretizadas".
Na sua intervenção, anunciou que depois dos atrasos na emissão de pareceres por parte da Direcção Regional de Cultura do Norte, já existem condições para lançar a concurso a obra de requalificação da Igreja Românica de Serzedelo, lembrando que a Câmara assume uma responsabilidade do poder central.

Marcações: Executivo Municipal, obras, reuniões descentralizadas

Imprimir Email