Covid-19: CIM do Alto Minho, Cávado e Ave pedem urgência na protecção dos idosos do Minho



As CIM do Alto Minho, Cávado e Ave "pedem urgência ao Governo no reforço imediato das medidas de prevenção e resolução das situações de alto risco já detectadas nos lares do Minho".

Em comunicado conjunto, os Presidentes daquelas Comunidades Intermunicipais pedem a "disponibilização de testes de despistagem para as situações críticas que sejam referenciadas pelas autoridades de saúde nos lares de idosos do Minho". Os autarcas querem tembém ver implementadas "medidas de prevenção e contenção mais rígidas nos lares, nomeadamente nas admissões, nos controlos de temperaturas à entradas e no aumento dos turnos dos colaboradores e funcionários dos Lares".

Esta posição conjunta dos autarcas é explicada pelo "elevado número de infectados pelo Covid-19 no Minho, com especial incidência em lares de idosos, e estando a verificar–se múltiplas dificuldades de resposta do sector da saúde na disponibilização de testes e na celeridade das respostas, bem como da segurança social no encaminhamento das situações críticas entretanto ocorridas".

Marcações: covid-19, CIM do Alto Minho, Cávado e Ave

Imprimir Email