Prisão preventiva para os oito detidos na operação da GNR por suspeita de tráfico de droga

Vão ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva, os oito indivíduos detidos pela GNR numa operação em que foram apreendidas 525 doses de cocaína, haxixe e MDMA.

A operação foi realizada no sábado pelo Núcleo de Investigação Criminal de Braga, no âmbito de uma investigação relativa a tráfico de droga, nas cidades de Braga, Guimarães e nos concelhos limítrofes, em que foi dado cumprimento a 19 mandados de busca domiciliária, oito mandados de detenção e 27 mandados de busca não domiciliária, essencialmente a veículos, resultando na detenção de oito indivíduos, com idades compreendidas entre 25 e 35 anos.

De acordo com informações obtidas pelo Grupo Santiago, três mandados de busca domiciliária e outros três mandados de busca não domiciliária decorreram em Guimarães, concretamente nas freguesias de Selho S. Jorge, Fermentões e Costa. Do total de detidos, dois são de Guimarães, com idades entre os 30 e 35 anos.

Os militares da GNR apreenderam 272 doses de cocaína, 228 doses de haxixe, 25 doses de MDMA, 5 mil 248 euros em numerário, 15 telemóveis, 10 viaturas ligeiras, três computadores e diversos discos rígidos, três balanças e diverso material de corte, uma moto de cilindrada elevada e diversas armas proibidas e armas brancas.

Os detidos começaram foram apresentados ao Tribunal Judicial de Braga e recolheram ao estabelecimento prisional, onde vão aguardar julgamento em prisão preventiva.

em Segurança

Marcações: GNR, Tráfico de droga, prisão preventiva

Imprimir