EB 2, 3 pediu reforço do policiamento após agressão nas imediações da escola em Fermentões

Um aluno da E. B. 2, 3 Fernando Távora, em Fermentões, foi agredido por outro aluno daquela escola ontem, ao final da tarde, e teve de receber assistência no Hospital Senhora da Oliveira. A agressão ocorreu nas imediações do estabelecimento de ensino, mas está a gerar preocupação naquela comunidade dado que aluno agressor é reincidente no envolvimento em situações de violência física.

O Director da EB 2, 3 Fernando Távora confirma que o adolescente em causa está já referenciado à Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Guimarães e ao Ministério Público por casos anteriores, tendo sido "alvo de vários processos disciplinares" naquela escola. José Pinheiro classificou como "grave" o incidente de ontem, garantindo que a escola já pediu o reforço do policiamento à PSP nos momentos de maior movimento dos alunos, sobretudo no final das actividades lectivas.

"A Escola está a acompanhar a situação. O caso de ontem foi registado pela PSP. O aluno já foi várias vezes suspenso, está referenciado na CPCJ de Guimarães e já tem processos no Ministério Público", disse o responsável, reconhecendo que as agressões, apesar de terem ocorrido no exterior da Escola, "não deixam de causar preocupação".

"Não queremos que estas situações se repitam e todos temos responsabilidade para evitar a violência, de educar para a não violência", observou, frisando que o agressor é um aluno, do 6º ano, menor de idade, "com um contexto familiar".

Ao que conseguimos apurar, aluno agredido frequenta o 7º ano e recebeu assistência hospitalar, devido aos diversos ferimentos que apresentava na face.

Desconhece-se, no entanto, os motivos que estiveram na origem da agressão.

em Segurança

Marcações: Fermentões, agressão

Imprimir