Animais abandonados proliferam em Guimarães

Com a chegada do verão, proliferam os animais abandonados, apesar das campanhas de sensibilização todos os anos apelarem no sentido contrário. O concelho de Guimarães não foge a este problema e são muitos os cães que andam à deriva sem eira nem beira. Sensível a este flagelo que vai contra o direito dos animais, uma vimaranense alertou a Câmara para a presença de dois canídeos, um deles uma fêmea com filhotes a vaguear na zona de Brito.
No entanto, e segundo Silvana Machado, a resposta da edilidade foi a de que não tem espaço para albergar mais animais, já que o novo canil ainda não está concluído. Por isso, é preferível que eles andem soltos por aí. Animais continuam a ser abandonados sobretudo na época de verão. Como o novo canil municipal ainda não está pronto, autarquia não consegue fazer face ao problema albergando inúmeros animais que vagueiam pelo concelho de Guimarães.
Segundo o Vereador Armindo Costa e Silva, o novo canil/gatil deverá estar concluído em meados do próximo ano. O projecto está concluído e Guimarães passará a ter um espaço modelar, que ronda os 50 mil contos. A partir daí e segundo o Vereador responsável pelos Serviços Urbanos e Ambiente da Câmara Municipal, estarão reunidas todas as condições para um melhor acolhimento dos animais abandonados, possibilitando a sua vacinação e posterior adopção.

em Sociedade

Marcações: Sociedade

Imprimir