Henrique Pizarro quer prestigiar Bombeiros

Henrique Pizarro encabeça lista candidata aos Bombeiros de Guimarães, uma lista que reúne personalidades de diferentes quadrantes partidários, os Presidentes da Junta de S. Torcato e Moreira de Cónegos. Em entrevista ao Guimarãesdigital, o empresário vimaranense confessou os propósitos da sua candidatura. O vazio directivo existente na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães pode estar a chegar ao fim. Está já formada uma lista, liderada por Henrique Pizarro, com uma equipa disposta a assumir os destinos da Instituição.

O empresário vimaranense explica os motivos que o levaram a formar uma lista. "Foi realmente a indecisão quando ao futuro dos Bombeiros, os problemas que têm surgido nos últimos tempos que me levaram a pensar que a instituição dos bombeiros deve ser prestigiada", indicou.

Trata-se de uma lista que reúne personalidades de diferentes quadrantes partidários, os Presidentes da Junta de S. Torcato e Moreira de Cónegos, e contra com apoios do Rotary Clube e Lions Clube de Guimarães.

"Quando se pensou em formar esta lista, pensou-se num objectivo, fazer uma abrangência total. Os Rotários e os Lions já noutros tempos elegiam pessoas ligadas à Instituição para fazerem parte dos órgãos sociais dos Bombeiros. Há uns anos para cá, isso deixou de existir. Entendemos que, sendo o Rotary e os Lions duas instituições de respeito ligadas à solidariedade social e ao humanismo que melhor que ninguém estavam encaixadas nos corpos sociais dos Bombeiros".

Por outro lado, em relação a pessoas, sem dúvida, os deputados de Guimarães, os mais altos representantes do Concelho, e que nos ajudarão a pensar e a agir em circunstâncias diversas. "Em relação a outros membros, nós temos na Direcção o Presidente da Junta de S. Torcato, porque temos um núcleo em S. Torcato e só com pessoas que tenham responsabilidades na terra é que podemos ter mais alguma empatia, e o Presidente da Junta de Moreira de Cónegos porque já foi aprovado a criação de um núcleo naquela vila".

A pensar no futuro, Henrique Pizarro considera que "é preciso modificar algumas coisas, introduzir um espírito diferente, acho que temos muitas formas de poder ajudar os Bombeiros e ao ajudar os Bombeiros estamos a ajudar a população em geral". Por exemplo, "podemos estabelecer uma ligação mais próxima com os Escuteiros".


em Sociedade

Marcações: Sociedade

Imprimir