PSD defende eléctrico rápido para ligar Concelho

O Partido Social Democrata de Guimarães quer que a Câmara Municipal encomende, a uma empresa da especialidade, um estudo prévio sobre a implementação de um sistema de eléctrico rápido no Concelho. É a única forma, segundo os vereadores do PSD, de resolver os problemas de trânsito e de ligar todo o Concelho. O objectivo é manter a população coesa e tornar a Cidade como coração de Guimarães. O PSD ainda não tem um estudo, mas já fez algumas contas ao montante que teria que ser gasto para pôr no terreno o projecto. Segundo Rui Vítor Costa, colocar o eléctrico rápido a funcionar rondaria os 30 milhões de contos. Uma verba elevada que obriga à realização de
um estudo prévio rapidamente. "O projecto teria que estar no terreno até 2006, para aproveitarmos um financiamento do III Quadro Comunitário de Apoio, cujo apoia poderia rondar os 80 por cento. É que as perspectivas do 4º QCA não são animadoras" sublinha o vereador social-democrata. Para Rui Vítor Costa, o eléctrico teria que ligar os grandes pólos concelhios, como Moreira de Cónegos, Lordelo, Pevidém e Caldas das Taipas ao centro da Cidade. "É uma forma de manter a população coesa. É que este novo meio de transporte tem também um objectivo político, ao retirar as pretensões de alguns habitantes que começam a lutar pela autonomia da sua vila". Ainda segundo o PSD, este projecto poderia transformar-se na recta de lançamento para uma posterior ligação do género a Braga.

em Sociedade

Marcações: Sociedade

Imprimir