Cientista da UMinho recebe bolsa milionária do Conselho Europeu de Investigação



Paulo Lourenço, professor catedrático do Departamento de Engenharia Civil da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, co-director do Instituto para a Sustentabilidade e Inovação em Engenharia de Estruturas (ISISE) e co-director do Instituto para a Bio-Sustentabilidade (IB-S), foi distinguido com uma bolsa de três milhões de euros do Conselho Europeu de Investigação (ERC). O cientista vai desenvolver nos próximos cinco anos uma abordagem inovadora para a avaliação da segurança do património construído com valor cultural, quando submetido a sismos.
As bolsas científicas ERC são as mais prestigiadas e competitivas da Europa. São projectos individuais cuja selecção é fundamentada, em 50%, no currículo do investigador (deve estar no topo dos que trabalham na Europa) e, em 50%, na excelência do projecto a executar, o seu grau de risco e a abordagem radicalmente inovadora, e nas fronteiras da ciência. Paulo Lourenço obteve uma Advanced Grant, destinada a investigadores activos que sejam líderes em termos de originalidade e significado de contribuições científicas nos últimos 10 anos.
Paulo Lourenço vai desenvolver uma metodologia integrada experimental e numérica para descrever de forma precisa o comportamento estrutural dos edifícios históricos.

Marcações: UMinho, bolsa , Paulo Lourenço, Cientista, Conselho Europeu de Investigação

Imprimir Email