Ministro do Ambiente visitou novas instalações das Águas do Norte em Guimarães

O Ministro do Ambiente visitou ontem, as novas instalações das Águas do Norte, em Guimarães. João Pedro Matos Fernandes considerou um processo “justo” e “racional” a decisão da empresa de abdicar das antigas instalações no Estádio D. Afonso Henriques, passando a funcionar num novo edifício, situado na Rua Dr. Roberto de Carvalho (nas proximidades da Escola Secundária Martins Sarmento).
A continuidade das Águas do Norte, bem como dos seus funcionários, em Guimarães resultou ainda da intervenção de Domingos Bragança. O Presidente da Câmara lembrou, precisamente, os contactos desenvolvidos desde o início do processo com o então e actual Presidente das Águas do Norte e com o Ministro do Ambiente.
“Este é um novo ciclo, mas houve muito trabalho, discreto sim, no sentido de definir uma solução estável face a vontade de manter as Águas do Norte em Guimarães e com o registo dos trabalhadores que residem nesta proximidade”, salientou Domingos Bragança.
“Este processo ficou resolvido e ficará ainda melhor resolvido se a situação for estável para muitos anos”, sublinhou ainda o edil vimaranense.
Neste encontro, que contou ainda com as presenças de Pimenta Machado, da Agência Portuguesa do Ambiente, e do Presidente do Conselho de Administração da Vimágua, Armindo Costa Silva, o presidente da Câmara vincou o “desígnio da sustentabilidade ambiental” assumido por Guimarães e alertou para a importância da boa drenagem nas linhas de água.
Entretanto, o presidente do Conselho de Administração das Águas do Norte, José Machado do Vale, registou a “satisfação” das pessoas que trabalham nas novas instalações e realçou a vontade de mobilização na candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.

Marcações: Águas do Norte, Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes

Imprimir Email