Jovens de Guimarães apresentam estratégias para o Desenvolvimento Sustentável do Planeta



Oito agrupamentos de escolas de Guimarães participam na terceira e última sessão parlamentar da 4ª edição do Eco Parlamento. Trata-se de uma das actividades âncora do programa ambiental PEGADAS, organizado pela Câmara Municipal de Guimarães e pelo Laboratório da Paisagem.

A sessão está agendada para esta segunda-feira, 20 de Maio, com início às 14h00, no Auditório da Universidade do Minho.
Na sessão, 32 alunos constituídos por quatro elementos do 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico de oito agrupamentos de escolas de Guimarães apresentam os últimos argumentos e soluções na defesa dos trabalhos desenvolvidos perante os desafios ambientais identificados ao longo do ano lectivo.
A sessão contará com as presenças das Vereadoras da Educação Adelina Pinto, e do Ambiente, Sofia Ferreira.

O Eco Parlamento tem como objectivo garantir que os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável, ao mesmo tempo que participam activa e democraticamente. As crianças e os jovens, por sua vez, são centrais neste apelo global de participação. A operacionalização do projecto é coordenada pelo investigador em Geografia do Laboratório da Paisagem, Ricardo Nogueira Martins.

Nesta 4ª edição a iniciativa conta com o apoio do Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) na disponibilização de material promocional estando contemplada também uma intervenção de agrado e motivação para os jovens por parte representante do Secretariado das Nações Unidas em Portugal, António Ferrari.

A debate, participam no Eco Parlamento os seguintes Agrupamentos de Escolas:
Agrupamento de Escolas Arq. Mário Cardoso; Agrupamento de Escolas do Vale de S. Torcato; Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques; 
Agrupamento de Escolas Fernando Távora; Agrupamento de Escolas Santos Simões; Agrupamento de Escolas Virgínia Moura; Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar e Agrupamento de Escolas de Abação

Marcações: eco parlamento, pegadas

Imprimir Email