IP recebeu quatro propostas no concurso público da empreitada de construção do desnivelamento na rotunda de Silvares

A Infraestruturas de Portugal (IP) recebeu quatro propostas, no âmbito do concurso público para a execução da empreitada de construção do desnivelamento na rotunda de Silvares.

O prazo para a recepção terminou ontem e decorre agora a fase de avaliação e validação das quatro propostas recepcionadas pela IP no concurso para a empreitada “VIA DE ACESSO AO AVEPARK - ER206 - DESNIVELAMENTO DO NÓ DE SILVARES”, soube o Grupo Santiago junto de fonte da IP.

Lançado no início do mês de Abril, o concurso tinha como preço base o valor de 3,5M€ e o prazo de execução de 360 dias, integrando o plano de melhoria das acessibilidades ao Avepark.

A obra compreende o desnivelamento da via esquerda e do separador central da estrada regional 206, Guimarães - Famalicão, entre o nó da auto-estrada e a variante de Creixomil, "permitindo que o tráfego de passagem possa evitar a circulação pela rotunda de Silvares e, deste modo, mitigar os congestionamentos que hoje se verificam nesta rotunda", adiantou a IP aquando da abertura do concurso público.

"Esta intervenção, a ser executada pela IP, complementa o projecto que está a ser desenvolvido pela autarquia de Guimarães, de construção de uma via de acesso do Avepark à estrada nacional (EN) 101, Guimarães - Braga", acrescentava, na altura, o mesmo documento.

Segundo a IP, "a concretização destes dois projectos assegurará não só a eliminação dos actuais constrangimentos à circulação, bem como uma melhoria efectiva da mobilidade na ligação directa do Avepark à rede de auto-estradas, através da EN101".

em Sociedade

Marcações: Guimarães, Infraestruturas de Portugal, Silvares, rotunda, desnivelamento

Imprimir