Bruno Faria: "mais rigor e mais transparência"

Bruno Faria apresentou, na terça-feira, a sua candidatura às eleições para os Órgãos Sociais da CERCIGUI (Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos com Incapacidades de Guimarães), com desejo de "fazer mais e melhor" pela instituição, alicerçado no "rigor e transparência".

O antigo presidente da Junta de S. Tiago de Candoso, de 2001-2016, licenciado em Serviço Social pela Universidade Católica é actualmente empresário na área de joalharia e encabeça a Lista A na candidatura à instituição vimaranense.

O candidato, juntamente com a sua equipa, pretendem aumentar a capacidade de resposta a necessidade emergentes, melhorar os diferentes equipamentos existentes, melhorar os procedimentos de comunicação interna, melhorar a qualidade do serviço de refeições, renovar a frota automóvel, criar novas tipologias de intervenção, dinamizar os Balcões da Inclusão no concelho de Guimarães e limítrofes e rever as tabelas salariais. No programa consta ainda a intenção de criar novas tipologias de intervenção e a construção de um edifício para aumentar a capacidade de resposta do Lar Residencial.

Por último, o candidato desvendou o sonho de construir um pavilhão gimnodesportivo para os atletas da instituição, que poderá nascer na Vila de Ponte.

Segundo o candidato, a instituição tem valências que "não correspondem às necessidades do concelho". "É insuficiente os acordão com a segurança social, por isso temos de fazer muito mais, criando infraestruturas, mecanismos financeiros, transportes novos, dar condições de trabalho aos nossos colaboradores e as melhores condições para os nossos utentes".

O conselho de administração é composto ainda por Ana Paula Moreira, candidata a vice-presidente, Manuela Gonçalves, Joana Cunha e Ricardo Martins para os cargos de vogal, e os suplentes António Pereira e Maria de Fátima Salgado.

Para a presidência da Assembleia Geral é candidato Raúl Rocha, enquanto para o cargo de vice-presidente surge Carla Soares e para secretária Estrela Rodrigues. No Conselho Fiscal surgem os nomes de Fernando Lobo Pinheiro, para o cargo de presidente, Cristina Salgado e Elisabete Pinto para vogal.

em Sociedade

Marcações: eleições, CERCIGUI, Bruno Faria

Imprimir