PSP acusada de impedir acesso à urgência do Hospital durante a «Corrida dos Conquistadores»



A PSP é acusada de ter impedido o acesso de utentes ao Serviço de Urgência do Hospital da Senhora da Oliveira, na manhã deste domingo, aquando da realização da prova de atletismo «Corrida dos Conquistadores».

Ao Grupo Santiago, Filipe Torcato referiu que cerca das 11h00 quando pretendia aceder à unidade hospitalar onde procurava assistência médica para a sua mulher, foi impedido por um agente da PSP.

"Informei do meu desejo duas vezes, de forma educada, mas o agente disse que não podia seguir em direcção ao Hospital", contou Filipe Torcato.
Já Pedro Marques, num relato feito na sua página do facebook, refere que também na manhã deste domingo quando tentava aceder à urgência do Hospital, com o filho que "tinha 39,5 graus de febre", foi impedido por um agente da PSP.

Em ambos os casos, estes dois utentes vimaranenses estacionaram no exterior do Hospital, dirigindo-se a pé com os respectivos familiares dentes ao Hospital.

O Grupo Santiago tentou obter junto da PSP informações sobre estes relatos, mas no Comando Distrital de Braga fomos informados de que essa solicitação apenas poderá ser feita junto dos seus serviços de Relações Públicas, na próxima terça-feira, altura em que retomam o trabalho após o fim-de-semana prolongado. 

Marcações: urgência, Corrida dos Conquistadores

Imprimir Email