AAUM lançou petição pública pelo direito ao alojamento para estudantes



A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) apresentou o movimento «Uma Pedra Por Mim» pelo direito ao alojamento estudantil na Universidade do Minho.
Trata-se de uma campanha que faz parte de um conjunto de iniciativas que visam a mobilização e sensibilização para as "graves dificuldades" dos alunos no acesso a alojamento nas cidades de Guimarães e Braga.
A iniciativa inclui uma petição online onde a AAUM pretende reunir o apoio de todos quantos estejam sensíveis à questão da falta de alojamento para estudantes.
O Presidente da AAUM, Nuno Reis, lembra que a Universidade do Minho tem 19 mil alunos inscritos, dispõe, de uma rede de residências que permite alojar apenas cerca de 1.300 estudantes.
A última das quatro residências para alunos da Universidade do Minho, foi inaugurada em 1998, numa altura em que a Academia tinha menos cinco mil estudantes.
Nuno Reis salienta que este ano o preço médio do alojamento para os alunos da Universidade do Minho, "aumentou 50 a 100 euros, em muitos casos, em imóveis com fraca qualidade de habitação".
O dirigente da AAUM criticou ainda o Governo pelo aumento este ano de apenas oito camas em Guimarães através do seu Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior.

Marcações: AAUM, estudantes, petição , Alojamento, Uma Pedra Por Mim

Imprimir Email