Câmara já substituiu amianto em 12 de 21 escolas de Guimarães

A Câmara Municipal de Guimarães já substituiu amianto em 12 escolas do Concelho. Nesta altura falta proceder à substituição em nove estabelecimentos de ensino.
De acordo com o Município há intervenções em curso, nomeadamente na EB1 Oliveira do Castelo. O edifício da escola está coberta a telha de barro, faltando substituir uma pequena ampliação destinada à biblioteca. Na EB1/JI Casais, na freguesia de Brito, o projecto está em fase de aprovação para abertura do respectivo concurso da obra.

Outro processo em curso diz respeito à EB1/JI Soutelo, em Pinheiro onde a obra se encontra em concurso de empreitada para requalificação e substituição da cobertura.
Ainda segundo o Município, na EB1/JI Tulha Velha, em Corvite a obra de ampliação destinada a jardim infantil já foi construída sem fibrocimento, faltando substituir a área da EB1. O mesmo aconteceu na EB1/JI Cerca do Paço, na freguesia de Prazins Santa Eufémia.

Na Escola Básica de Pevidém já foram substituídas as coberturas dos acessos exteriores de todos os edifícios cobertos em tela, excepto o edifício anexo ao campo de jogos.
Entretanto, estão referenciadas para intervenção a EB1/JI Agostinho da Silva, em Abação S. Tomé, a EB1/JI Senhora da Conceição, em Fermentões e a EB1/JI Santa Luzia, na freguesia de Azurém.
Segundo dados disponibilizados pelo Município, já foram substituídos telhados com amianto em 12 escolas do Concelho, concretamente na EB 2, 3 D. Afonso Henriques e EB 1 Salgueiral, em Creixomil, EB 1 do Carreiro, em Lordelo, EB 2, 3 S. Torcato, EB 2, 3 Gil Vicente, em Urgezes, EB 2, 3 das Taipas, EB 1 do Cruzeiro, em Gondar, EB 1 da Igreja, em Sande São Martinho, EB 1 de Barco, EB 1 do Pinheiral, nas Taipas, EB 2, 3 de Pevidém e na EB1 Fafião, em Briteiros de Santo Estêvão está a decorrer a empreitada do novo edifício.

Marcações: amianto

Imprimir Email