Serviço Municipal de Protecção Civil registou 204 ocorrências na sequência da Depressão Elsa



O Serviço Municipal de Protecção Civil registou 204 ocorrências no período compreendido entre a meia noite do dia 19 e as 19 horas do dia 20, sexta-feira, na sequência da Depressão Elsa.

No último balanço realizado por aquela entidade, são reportadas 39 inundações, 107 quedas de árvores, o abate de outras 28 árvores, 11 derrocadas ou limpezas de via e 19 estruturas que caíram.

Na sequência de diversos incidentes, foram alojadas, temporariamente, 13 pessoas, de três famílias distintas, por indicação dos serviços de acção social.
Regista-se ainda o corte de trânsito na Rua Senhor dos Remédios, na ligação de Barco a Prazins, Santa Eufémia.

Na sequência das descargas realizadas na Barragem do Ermal no período entre as 21h00 e as 24h00 do dia 19, foi verificado a subida do caudal do Rio Ave e consequentemente as margens foram afectadas. No entanto, não se verificou nenhuma ocorrência digna de registo associada a este facto, realizando-se apenas a vigilância e monitorização do nível da água.

Na resposta às circunstâncias adversas provocadas pela Depressão Elsa estiveram diversas entidades, como Bombeiros Voluntários de Guimarães, Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, Bombeiros Voluntários de Vila das Aves, Bombeiros Voluntários de Vizela, Bombeiros Voluntários de Riba d’Ave, Polícia Municipal, Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Republicana e vários serviços do Município de Guimarães.


Marcações: Câmara Municipal de Guimarães, mau tempo, Depressão Elsa, Serviço Municipal de Protecção Civil

Imprimir Email