Taxa de desemprego aumentou em Guimarães no final de 2019



A taxa de desemprego aumentou em Guimarães e alcançou os 6,8%, no último mês de 2019, segundo dados divulgados pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). O mês de Dezembro terminou com 5.546 desempregados, mais 125 inscritos do que no período homólogo de 2018, correspondendo a mais 2,3% (5.421).

A Cidade-Berço registou em 2019 o primeiro aumento no número de desempregados desde 2013 (último registo do IEFP), quando assinalou 12.315 inscritos. O que significa que o Concelho vimaranense reduziu para mais de metade (-55%) o número de pessoas inscritas no Centro de Emprego.

De resto, a partir de 2013, Guimarães tem vindo a diminuir o número de desempregados, com 2018 a registar o menor número (5.421) nos últimos sete anos.
No final do mês de Dezembro de 2019, estavam inscritos no Centro de Emprego 5.546, o que corresponde a uma variação mensal de 0,4% (5.526 pessoas), ou seja, mais 20 desempregados.

Marcações: Guimarães, desemprego, taxa de desemprego, IEFP, Instituto do Emprego e Formação Profissional

Imprimir Email