Conflito laboral na Kyaia das pausas de trabalho vai a julgamento



O conflito laboral motivado pelas pausas de trabalho na empresa Kyaia vai a julgamento. A tentativa de conciliação que decorreu no Tribunal do Trabalho de Guimarães não permitiu chegar a acordo.
Aida Sá do Sindicato do Calçado disse ao grupo Santiago que a Administração da Kyaia teve uma posição "irredutível", alegadamente sustentada em indicações da APICCAPS - Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos.
Aida Sá lamenta que o conflito tenha de ser decidido em julgamento lembrando que "a ACT considera que as pausas contam para o horário de trabalho".
Recorde-se que o conflito laboral na Kyaia arrasta-se desde Setembro depois da Administração ter decidido não contabilizar para efeitos de horário de trabalho as duas pausas diárias realizadas pelos trabalhadores, fazendo com que, na prática, os funcionários trabalhassem mais 20 minutos por dia.


em Sociedade

Marcações: julgamento, Kyaia, Tribunal Trabalho

Imprimir