Covid-19: Câmara de Guimarães anuncia medidas para os sem-abrigo e cria alojamento de isolamento

A Câmara Municipal de Guimarães, através da Protecção Civil Municipal e da Divisão de Acção Social, em parceria com a Cercigui, providenciou um espaço de alojamento para os sem-abrigo do Concelho.
Trata-se de uma iniciativa inserida no plano de combate à propagação do Covid-19.
Ao conjunto de medidas já em fase de implementação, e que se destinam à prevenção do contágio social e ao apoio aos idosos e pessoas com deficiência, juntam-se agora mais duas medidas de apoio que procuram dar solução a novas situações, diz o Município em comunicado.
O espaço em causa apresenta todas as condições de higiene, segurança e conforto e que permitirá o distanciamento social adequado, bem como o acesso a refeições.
Segundo a Autarquia, o sucesso da medida dependerá da sinalização dos casos que necessitem deste apoio e que não sejam do conhecimento dos serviços municipais, pelo que é solicitado à população em geral que entre em contacto com os serviços da Câmara Municipal, através dos telefones 253421255 / 969264803 / 969264761 ou do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., informando casos de pessoas sem-abrigo.
O encaminhamento dos sem-abrigo será efectuado exclusivamente pela Protecção Civil Municipal.
Outra das medidas tomadas é a disponibilização de um espaço de alojamento com as condições exigidas para o isolamento social, a denominada quarentena. Este espaço será utilizado pelos cidadãos que não têm possibilidade de o fazer em condições apropriadas nas suas habitações ou por aqueles que, por motivos económicos, vivam em condições de carência. Esta medida será executada em articulação com as Autoridades de Saúde e os serviços de Acção Social da Câmara Municipal, cumprindo todas as recomendações da Direcção-Geral de Saúde.
"A preocupação com os mais desfavorecidos e com os que detêm menos informação sobre as medidas de protecção e mitigação do surto da Covid-19 está na primeira linha da actuação da equipa municipal responsável pelo Plano de Acção de Emergência. A todo o momento, mais medidas poderão ser tomadas para dar resposta aos problemas que forem surgindo, perante um quadro de saúde pública que se vai desenvolvendo de forma imprevisível", lê-se no comunicado.

Marcações: covid-19, sem abrigo

Imprimir Email