Covid-19: Solidariedade sem fronteiras com o Hospital de Guimarães



Continua a aumentar a onda de solidariedade no contexto da luta contra a propagação do novo coronavírus.
Uma empresa de Azurém, a TMR, começou na segunda-feira a fabricar cógulas de protecção da cabeça para os profissionais de saúde do Hospital da Senhora da Oliveira. Diariamente, a TMR tem fabricado entre 150 a 200 cógulas.
Trata-se de uma iniciativa de grande alcance solidário que une administração e trabalhadores da TMR. Com efeito, as cógulas são produzidas durante duas horas do tempo de trabalho e durante o intervalo de almoço.
A Administração da TMR garante que vai continuar a produzir máscaras para o Hospital enquanto existir essa carência e a empresa possa continuar a laborar.

A TMR é apenas uma das diversas empresas vimaranenses que integram uma verdadeira de rede solidária que se uniu e trabalha para responder a carência dos profissionais de saúde, não apenas de Guimarães mas de outros concelhos.
Neste movimento que cresce diariamente, há empresas que fornecem matéria prima e outras que disponibilizam a mão de obra. Neste contexto encontra-se em fabrico cógulas e perneiras, material que tem sido mais solicitado pelos profissionais de saúde.

Mas a solidariedade não conhece fronteiras. De Fafe também chegou ajuda solidária para o Hospital da Senhora da Oliveira.
O Grupo Outeirinho doou centenas de garrafas de água ao Hospital e Bombeiros Voluntários de Guimarães.
O objectivo, segundo a Empresa, é "ajudar a manter a hidratação destes profissionais que trabalham dias afins e que ficam sem tempo para, por exemplo, comprarem água".
São gestos solidários neste tempo de luta contra a pandemia.

Marcações: solidariedade, covid-19, Outeirinho, TMR

Imprimir Email