Covid-19: Plataforma online coordena trabalho solidário de empresas de Guimarães

Foi criada uma plataforma online para coordenar o fabrico de materiais necessários para os profissionais de saúde no âmbito do Covid-19.
Trata-se de um projecto que pretende maximizar sinergias num processo de entreajuda como disse ao Grupo Santiago, Luís Guimarães da organização da iniciativa.

Com esta plataforma que conta com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães pretende-se organizar a entreajuda das várias empresas vimaranenses que se disponibilizam para assegurar o fabrico de materiais de que necessitam os profissionais de saúde não só do Hospital de Guimarães e da região, mas também dos centros de saúde e das IPSS.
"O que se pretende é cordenadar todo um processo que pretende encontrar soluções para dar resposta a todas essas necessidades", salienta Luís Guimarães destacando que a plataforma permite conhecer as necessidades das instituições e elencar e coordenar o trabalho das empresas aderentes. De acordo com Luís Guimarães, as empresas têm assegurado o fabrico de viseiras e máscaras.

Numa onda solidária que num dia registou a adesão de mais 10 empresas, a capacidade de fabrico diário de viseiras é de cerca de quatro mil unidades.
Com este movimento em crescimento, a Associação Académica da Universidade do Minho disponibiliza as suas instalações para receber os materiais e assegurar a sua distribuição.
A plataforma funciona no endereço minhocovid19.com.


em Sociedade

Marcações: covid-19, plataforma online

Imprimir