Taxa de desemprego em Guimarães diminuiu para 7,1% em Fevereiro



A taxa de desemprego diminuiu em Guimarães e desceu para os 7,1%, em Fevereiro, segundo dados divulgados pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). O segundo mês de 2020 terminou com 5.770 desempregados, menos 71 inscritos do que no mês de Janeiro (5.841), correspondendo a uma diminuição de 1,2%. Quando comparamos com o mês homólogo de 2019, Fevereiro regista mais 61 desempregados no corrente ano, um aumento de 1,1%.

Dos quase seis mil inscritos, 361 procuram o primeiro emprego, enquanto 5.409 procuram regressar ao activo. Por género, continua o feminino a registar o maior número de inscritos (3.333), com mais 896 desempregadas do que o género masculino (2.437).

Quanto ao tempo de inscrição, o IEFP registou que 3.404 inscritos estão à procura de trabalho há menos de um ano. Por outro lado, 2.366 já estão inscritos há mais de um ano.

De resto, Guimarães segue a tendência nacional. O total de desempregados registados no País foi inferior ao verificado no mesmo mês de 2019, com -7,9% (-27.140) e também face ao mês anterior, com -1,6% (-4.996).

Para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2019, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para as mulheres, os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos, os inscritos há um ano ou mais, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o 1º ciclo básico.

Marcações: Guimarães, Instituto Nacional de Estatística, taxa de desemprego

Imprimir Email