FOTOS: Bombeiros de Guimarães libertaram cão que estava preso em edifício degradado na vila de Pevidém

Foi bem sucedida a operação de resgate empreendida pelos Bombeiros Voluntários de Guimarães que permitiu a libertação de um cão que estava preso na cave de um edifício fabril degradado na vila de Pevidém.

Ontem, ao início da tarde, a corporação foi alertada por uma moradora da Rua da Circunvalação que se apercebeu dos persistentes gemidos do animal, seguindo para a ocorrência três operacionais e uma viatura.

"O cão estava preso numa espécie de toca nos fundos das instalações daquela antiga fábrica, onde há uns anos tinha ocorrido um incêndio", precisou o Chefe Jerónimo Martins, indicando que ao chegarem ao local os bombeiros aperceberam-se a aflição do cão e conseguiram identificar a sua localização. "Ele estava preso na terra que terá desabado e não conseguia libertar-se", recordou, acrescentando que, com cuidado, empreenderam os esforços necessários para resgatarem o animal, numa intervenção que durou cerca de uma hora.

"Tivemos de rastejar para chegar ao pé dele e conseguimos. Primeiro libertamos a cabeça e depois o corpo", descreveu o Chefe Martins, satisfeito com o êxito da operação que foi partilhado no Facebook da corporação, embora o cão tenha abandonado imediatamente o local.

"Final Feliz! Hoje resgatamos um cão que estava soterrado. Estamos prontos para qualquer socorro", assinalou a corporação naquela rede social.

"O animal estava tão aflito que ao ver-se livre, fugiu a correr, mas fica a satisfação do dever cumprido", indica o Chefe Martins, observando que, segundo a vizinhança, o animal "não tem dono", permanecendo frequentemente naquele local.

A GNR de Guimarães foi chamada a registar a ocorrência.

Fotos: Facebook Bombeiros Voluntários de Guimarães

em Sociedade

Marcações: Pevidém, Bombeiros Voluntários de Guimarães , resgate de animais

Imprimir