Câmara de Guimarães decidiu manter em funcionamento mercado e feira semanal

A Câmara Municipal de Guimarães vai manter a realização semanal da feira retalhista, assim como mercado municipal, na sequência da Resolução do Conselho de Ministros, conhecida ontem, que delega nas autarquias a decisão sobre a realização de feiras e mercados de levante.

Em comunicado divulgado ontem à noite, o Município "no âmbito das medidas de desconfinamento, já tomadas em maio, Guimarães cumpre, desde essa altura, todas as condições de segurança e normas determinadas pela Direcção Geral de Saúde, como é exemplo o controlo da lotação do recinto, a higienização e o uso obrigatório de máscara, bem como a vigilância por parte de equipas municipais e autoridades policiais".

"Entre as medidas que já fazem parte do Plano de Contingência do Município de Guimarães, estão o reforço de acções de limpeza, a adopção de medidas concretas para eventuais surgimentos de casos ou suspeitas de contaminação COVID-19 na feira municipal e no mercado, desinfecção dos recintos e criação de pontos próprios com solução de base alcoólica para desinfecção das mãos, recurso que está igualmente disponível em todas as bancas dos feirantes", esclarece a Autarquia.

A actual lotação da feira retalhista de Guimarães é de 700 clientes. "Tal como tem sucedido, os acessos obrigam a uma gestão cuidada, de modo a evitar uma concentração excessiva, disponibilizando-se apenas duas entrada e duas saídas, estando já adjudicada a aquisição de um semáforo com leitura ótica para conhecimento em tempo real da lotação do espaço. É obrigatório o uso de máscara por feirantes e clientes, sendo o espaço de venda limitado por dois feirantes", refere o comunicado do Município.

em Sociedade

Marcações: Guimarães, Mercado, feira semanal

Imprimir