Guimarães desenvolve projecto para recolha e valorização de máscaras

Recolher e valorizar é o mote de um novo projecto que será lançado em Guimarães, na Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, nos próximos dias 21 a 29 e que prevê uma forte campanha de sensibilização, recolha e valorização de máscaras.
Trata-se de um projecto integrado, agregador e multidisciplinar que também engloba a empresa TO-BE-GREEN e o CVR-Centro para a Valorização de Resíduos, que terão a responsabilidades, a partir das máscaras recolhidas, criar novos produtos feitos à base de fibras têxteis ou valorizá-las em placas poliméricas e briquetes, anuncia a Câmara em comunicado.

Reconhecendo-se que as máscaras comunitárias e descartáveis representam hoje um resíduo crescente, com forte impacto nos ecossistemas, nomeadamente marinhos, uma sinergia criada entre Município de Guimarães, Laboratório da Paisagem, VITRUS e a Estrutura de Missão Guimarães 2030, possibilitará o lançamento de uma campanha de recolha de máscaras em contexto escolar e a sua valorização em novos produtos.

O processo de recolha será realizado nas sedes dos Agrupamentos Escolares, inserido no programa Ambiental PEGADAS, para o qual foi desenvolvido um contentor personalizado, construído a partir de plásticos mistos reciclados.

Este é mais um projecto que integra o plano estratégico para a Economia Circular (G4CE - Guimarães For Circular Economy), que tem sido alvo de reconhecimento nacional e internacional por contribuir para uma gestão eficiente de recursos, com o envolvimento dos cidadãos e do sector privado, acrescenta o comunicado.

em Sociedade

Marcações: máscara, valorização , recolha

Imprimir