VÍDEO: Sem-abrigo que faz necessidades fisiológicas na entrada de prédio incomoda moradores 



Moradores da Rua Ferreira de Castro, na Quintã, sentem-se incomodados com a presença de um sem-abrigo na entrada comum do prédio onde habitam. Falam de uma situação que se arrasta desde Novembro do ano passado.
A presença do homem não é o que verdadeiramente incomoda os moradores, mas o seu comportamento, nomeadamente por fazer necessidades fisiológicas na entrada do edifício habitacional e a forma como não aceita chamadas de atenção.

Incomodados com a situação, os moradores lamentam a falta de eficácia das entidades competentes, nomeadamente da PSP.

O sem-abrigo é um vimaranense que residia em Fermentões, um antigo comerciante da Cidade que já teve resposta dos serviços de acção social da Câmara Municipal de Guimarães. Os serviços de acção social do Município dão conta de que o referido indivíduo rejeitou a resposta social, em Novembro do ano passado. O caso foi entretanto reportado ao Tribunal de Guimarães, aguardando-se uma decisão judicial que permita o internamento compulsivo do indivíduo.

Contactada pelo Grupo Santiago, a PSP não prestou esclarecimentos.

Marcações: sem abrigo, Rua Ferreira de Castro

Imprimir Email