Homem acusado de matar mulher à facada em Fermentões apresentou versão que diverge da acusação



Iniciou-se esta quarta-feira o julgamento do homem acusado de matar uma mulher, à facada, em Fermentões, em Abril do ano passado.
No julgamento que decorre à porta fechada devido à pandemia, o arguido, de 53 anos, prestou declarações, tendo apresentando uma versão dos factos que não corresponde à acusação do Ministério Público, sendo certo que a defesa considera tratar-se de um homem com problemas do foro psíquico.

O arguido, acusado de matar Maria José da Silva Dias, de 46 anos, responde por um crime de homicídio qualificado, um crime de homicídio qualificado na forma tentada e dois crimes de ofensa à integridade física qualificada.
Na primeira sessão do julgamento, prestaram também depoimento quatro testemunhas da acusação, as únicas arroladas para a sessão.

O julgamento prossegue no dia 11 de Maio, com início às 9h30.
Na sessão de julgamento cumpriram-se as medidas de segurança, nomeadamente no que respeita a distanciamento bem como uso de viseiras ou máscaras por parte dos intervenientes.

Marcações: Fermentões, homicídio, facadas, Maria José Dias, Tribunal Judicial

Imprimir Email