Luís Castro: "É natural que ninguém esteja satisfeito”



Luís Castro defendeu que a derrota diante do Desportivo das Aves ficou a dever-se ao golo sofrido cedo. “Ao sofrer o golo cedo ficamos muito instáveis e não conseguimos ter o controlo do jogo. Cometemos muitos erros técnicos ao longo do jogo, com muitos passes falhados”, disse.

“Nós temos de entender os adeptos. Os adeptos estavam insatisfeitos e nós também. Temos de ser nós a reagir e a devolver a confiança ao estádio. É natural que ninguém esteja satisfeito”, acrescentou o treinador.

Questionado sobre se ainda acredita no 5.º lugar, afirmou que “para se chegar ao 5.º lugar é preciso ter coragem, determinação e encarar o futuro com optimismo. Nesta altura olhamos para as coisas de forma desconfiada, é um dia duro, mas quando começarmos a semana vamos ver tudo de outra forma. Vamos precisar de um grupo muito determinado e do apoio de todos os que nos envolvem.”

Imprimir Email