André André: "Todos queremos acabar o campeonato da forma normal"



O capitão do Vitória, André André, contou como está a viver o actual momento, em que face à pandemia da Covid-19, os jogadores vêm-se na contingência de treinar sozinhos, nas suas casas. Numa vídeo-conferência promovida pelo Vitória, o médio sublinhou as dificuldades de trabalhar nestas circunstâncias.

Como tem procurado ultrapassar esta nova etapa, com a ausência de treinos e o isolamento social?: “É um bocado estranho. Mas, temos de procurar aproveitar para estar mais com a família, porque muitas vezes não temos esse tempo. Estamos a fazer coisas divertidas, a procurar passar o tempo da melhor maneira. Também temos o nosso plano de treinos, trabalhamos todos os dias, o que nos dá um estímulo. Não tem nada a ver com o campo, mas é o que há. Temos de estar preparados para tudo.”

Os treinos são obrigatoriamente diferentes?: “Não são a mesma coisa. Temos de trabalhar um pouco o cardio e preparar o corpo para quando isto começar estarmos minimamente preparados.”

Qual é a sua expectativa para o regresso da normalidade?: “Todos queremos acabar o campeonato da forma normal, mas não sabemos o que isto vai dar. A saúde de todos está acima de tudo. Vamos ver como isto se vai resolver.”

Admite um cenário em que as provas terminem em Junho ou Julho?: “É uma das hipóteses. Não vou ser eu a dizer isso. A Administração do Vitória e todos os clubes estão em conversações com as entidades competentes para definirem isso. Não sei quando vamos começar, mas vamos tentar preparar-nos da melhor forma.”

Antes da interrupção, o Vitória somou três vitórias. Acreditam que quando voltarem poderão estar ainda mais fortes?: “Com as três vitórias estávamos a ganhar confiança e a encurtar distâncias para lá para cima. Mas, o campeonato teve de parar. Quando voltarmos vamos estar em cima de vitórias, é melhor estar num ciclo assim. A confiança vai manter-se, os índices físicos podem não ser os mesmos. Estávamos a melhorar o nosso futebol, quando se ganha é tudo diferente.”

Esteve muito tempo parado devido a lesão e regressou em bom plano. O que aconteceu consigo pode servir de exemplo?: “Acho que não vamos estar parados tanto tempo, mas se quiserem podem aproveitar esse exemplo. Temos de ter muita força, crer, motivação. Prefiro estar parado desta forma do que por lesão, foi muito ingrato, muito tempo parado. Quando voltarmos vou estar com tudo, porque fiz poucos jogos e poucos treinos. Tinha muitas saudades de fazer o que mais gosto, sem limitações. Quando voltar vou motivar os jogadores ao máximo.”

A equipa foi motivada pelo optimismo e força que demonstrou no seu regresso aos relvados?: “Já tínhamos boas sequências, mesmo na primeira volta e Liga Europa. Não vou ser eu o salvador, tento ajudar a equipa da melhor forma e dar o melhor em prol da equipa. Quando vejo que o meu colega está a correr, também tenho dar o máximo. Isso dá boas energias, a dinâmica de querer ganhar.”

Quando o futebol retomar, está preparado, no seu papel de capitão, para ter uma posição?: “Eu e os meus colegas estamos muito ansiosos. Sempre fizemos disto a nossa vida, nunca estivemos tanto tempo parados. Jogando em Junho, Julho ou Agosto, à porta aberta ou fechada, o nosso interesse tem de ser em querer jogar e ganhar. Estamos preparados para tudo.”

Admite a hipótese de não haver condições para encerrar o campeonato, não sendo esse o cenário ideal?: “Ninguém gosta de acabar o campeonato a meio. A Administração está em contacto com a Liga e Federação, que certamente irão decidir da melhor forma.”

Marcações: Vitória Sport Clube, André André

Imprimir Email