D. Afonso Henriques na lista dos nove estádios que podem receber jogos da I Liga no imediato



O Estádio D. Afonso Henriques figura na lista de nove estádios da I Liga que foram aprovados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para receberem jogos de imediato, enquanto outros seis necessitam de correções.

Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informaram sobre o resultado das visitas realizadas pelas autoridades regionais de saúde a 15 estádios candidatos a receber jogos na retoma da competição, prevista para 4 de Junho.

O Estádio D. Afonso Henriques, assim como o Estádio da Luz (Benfica), Estádio do Dragão (FC Porto), Estádio José Alvalade (Sporting), Estádio João Cardoso (Tondela), Estádio dos Barreiros (Marítimo), Estádio Municipal de Braga (Sp. Braga), o Portimão Estádio (Portimonense) e a Cidade do Futebol (FPF) foram aprovados pela DGS para receberem jogos de imediato. Quanto aos Estádios do Bonfim (Vitória de Setúbal), Capital do Móvel (Paços de Ferreira), Cidade de Barcelos (Gil Vicente), do Clube Desportivo das Aves, do Bessa (Boavista) e dos Arcos (Rio Ave), a DGS indicou “um conjunto de correções de que terão de ser alvo para que possam ser novamente vistoriados pelas autoridades de saúde”.

O Moreirense, recorde-se, decidiu não jogar no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, pelo que o recinto nem sequer foi sujeito a qualquer vistoria. O emblema de Moreira de Cónegos vai realizar os cinco jogos em falta na condição de visitado no Estádio D. Afonso Henriques.

O Santa Clara e o Belenenses SAD vão jogar na Cidade do Futebol, em Oeiras, enquanto o Famalicão vai receber os adversários em Barcelos.

Marcações: Estádio D. Afonso Henriques, Federação Portuguesa de Futebol, Liga Portuguesa Futebol Profissional, Direção-Geral da Saúde

Imprimir Email