Prisão preventiva e vigilância electrónica para suspeitos da prática de tráfico de droga

Dois dos indivíduos detidos pela GNR de Guimarães acusados da prática de tráfico de droga vão aguardar julgamento em prisão preventiva, por determinação do Tribunal de Famalicão. A um terceiro detido foi determinada obrigação de permanência na habitação com aplicação medidas de vigilância electrónica.
Os três homens, com idades entre os 35 e 51 anos, foram detidos em Guimarães na conclusão de uma investigação com cerca de 10 meses e que permitiu desmantelar uma rede que se dedicava ao tráfico de heroína e cocaína em Guimarães e Fafe.
No decorrer da acção foram cumpridos seis mandados de busca, três dos quais à residência dos suspeitos, e as outras aos seus veículos, tendo resultado na apreensão de 109 doses de heroína, 54 doses de haxixe, 36 doses de cocaína e uma balança de precisão.
Foi ainda apreendido um automóvel, um motociclo, uma arma de fogo 11 munições calibre 6,35 mm, seis telemóveis e 210 euros em numerário.
Durante as diligências foram ainda constituídos arguidos outros dois homens, de 35 e 48 anos, por suspeita de estarem relacionados com a prática do tráfico de estupefacientes.

Marcações: GNR, droga, prisão preventiva, vigilância electrónica

Imprimir Email