Guarda prisional que prestou serviço na cadeia de Guimarães acusado de tráfico de droga

O Tribunal de Marco de Canaveses determinou prisão preventiva para um guarda prisional que prestou serviço temporário na cadeia de Guimarães, graduado na categoria de chefe, por suspeita do tráfico de droga.
Segundo o Correio da Manhã, em causa está o alegado tráfico de droga no estabelecimento prisional de Paços de Ferreira onde o guarda em causa terá autorizado a realização de uma festa de aniversário de um recluso que cumpria pena pelo crime de tráfico de droga.
Na sequência desta autorização, o referido guarda prisional foi transferido para a cadeia de Guimarães onde esteve colocado provisoriamente e onde acabou por ser detido após um turno de serviço.
O esquema investigado consistia na introdução de drogas no estabelecimento prisional de Paços de Ferreira, especialmente haxixe e cocaína, tendo sido apreendidas quantidades daquelas drogas e também vários telemóveis e 20 mil euros em dinheiro.
No âmbito deste processo, o Tribunal de Marco de Canaveses determinou prisão preventiva para três guardas prisionais e um ex-recluso detidos na operação «Entre grade».
Para além das diligências realizadas na cadeia de Paços de Ferreira, a Polícia Judiciária realizou também buscas em diversos estabelecimentos prisionais.

Marcações: cadeia, guarda prisional

Imprimir Email