VÍDEO: Covid-19: Hospital de Guimarães começou vacinação de 445 profissionais



O Hospital de Guimarães iniciou esta terça-feira o plano de vacinação dos seus profissionais contra a Covid-19. A primeira remessa de vacinas, num total de 445 doses, vai ser administrada em dois dias.

O Director Clínico do Hospital de Guimarães foi o primeiro a ser vacinado e manifestou a sua esperança de que estejamos no início da erradicação da pandemia.
"Penso que este é um momento de esperança em todo o mundo porque finalmente conseguimos ter alguma coisa que nos transmite a confiança necessária para termos a convicção de que vamos vencer a Covid-19", afirmou Hélder Trigo.



De acordo com o plano estabelecido, as primeiras vacinas são para os profissionais que estiveram em contacto com pessoas infectadas. A médica de medicina interna, Glória Alves, trabalha desde Março em permanente contacto com pessoas infectadas. Com os dias difíceis de quem esteve sempre na linha da frente bem presentes na memória, deseja que a vacina seja determinante no combate à Covid-19.
"Quando olho para trás o que mais me marcou foi o desânimo que algumas vezes se apoderava de nós perante um trabalho excessivo, sempre com mais doentes e que não nos permitia ter um fim à vista, sem uma luz ao fundo do túnel", referiu.

Numa altura em que a batalha contra a Covid-19 ainda não está ganha, o Presidente do Conselho de Administração do Hospital, lembrou o trabalho solidário e articulado no combate à propagação do novo coronavírus e, por isso, deixou agradecimentos.
"Um primeiro agradecimento à ciência que nos permite ter uma vacina que nos dá a esperança de que vamos voltar à normalidade. Uma segunda palavra de agradecimento a todos os profissionais do nosso Hospital que diariamente deram o seu melhor no combate a esta pandemia e agradecimentos também à Câmara Municipal na pessoa do seu Presidente que esteve sempre connosco desde a primeira hora e a mecenas da comunidade vimaranense", salientou Henrique Capelas.

Os profissionais prioritários do Hospital vão continuar a ser vacinados à medida que cheguem mais doses a Guimarães, cujas datas não são conhecidas.


Marcações: hospital, Vacinas, covid-19

Imprimir Email