AVH admite recorrer a instâncias jurisdicionais para contestar taxa Municipal de Turismo




A Associação Vimaranense de Hotelaria admite recorrer a instâncias jurisdicionais para contestar o que considera ser a ilegalidade da taxa Municipal de Turismo. Ricardo Silva, presidente daquela Associação reagia à criação daquela taxa decidida esta segunda-feira pela Câmara Municipal de Guimarães, com os votos favoráveis do PS. 

Na opinião da AVH a Câmara não tem legitimidade para criar a referida taxa. Em declarações ao Grupo Santiago, Ricardo Silva lamentou a forma como a Câmara conduziu este processo, com uma proposta que "apanhou de surpresa" a Associação Vimaranense de Hotelaria. "Lamentamos que a criação desta taxa não tenha sido previamente alvo de consulta prévia", afirmou Ricardo Silva.

O Presidente da Associação Vimaranense de Hotelaria reiterou que os hoteleiros estão "manifestamente contra uma taxa que excluiu da sua incidência o chamado turismo de excursão".

Marcações: AVH

Imprimir Email