Corpo do homem morto a tiro em França chega a Guimarães 2ª feira

O filho de vimaranenses morto a tiro em França no passado dia 1, chega a Guimarães segunda-feira.
Carlos Soares, de 34 anos, foi vítima de uma bala «perdida» durante uma alegada troca de tiros entre elementos de gangues rivais.

O disparo atingiu o peito de Carlos Soares, provocando-lhe morte imediata apesar da assistência que recebeu no local.
Tudo aconteceu no bairro de Pontoise, na região de Paris, onde Carlos Soares nasceu e cresceu.
No âmbito da investigação, a polícia francesa deteve três pessoas.

A corpo da vítima que deixa mulher e uma filha de cinco anos, chega segunda-feira a Guimarães. Na terça-feira realizam-se as cerimónias fúnebres marcadas para as 16h00, em S. Cristóvão de Selho freguesia onde reside a mãe da vítima e onde o corpo será sepultado.

Marcações: frança, s. cristóvão de selho, carlos sousa, tiro

Imprimir Email