GNR deteve burlões do método do engano no troco com crimes praticados em Guimarães

O Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Barcelos, deteve ontem. em flagrante delito,dois homens, de 34 e 69 anos, pela prática do crime de burla, em vários localidades do País, incluindo Guimarães.
Os detidos foram surpreendidos pelos militares em Vilar do Pinheiro, concelho de Vila do Conde.

No âmbito de uma investigação por burla que decorria há cerca de cinco meses, foi possível interceptar os suspeitos em flagrante delito, enquanto praticavam o método de engano no troco num estabelecimento comercial, actividade recorrente por parte dos suspeitos que realizavam este tipo de burlas em todo o tipo de estabelecimentos comerciais, nomeadamente cafés, restaurantes, farmácias, lojas de animais e supermercados. Na sequência da acção policial, os suspeitos foram detidos e o dinheiro utilizado para a burla apreendido.

Os detidos possuem antecedentes criminais por tráfico de droga, injúrias, agressão, roubo, furtos em supermercados, burla e burla qualificada a idosos, e praticam este tipo de crimes desde 2006 nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Lisboa e Faro.

Fonte da GNR confirmou que alguns dos actos criminosos praticados pelos detidos ocorreram em Guimarães. Nos estabelecimentos comerciais os meliantes realizavam uma compra de baixo preço e pagavam com um nota de 50 euros, acabando por ficar com a nota e o troco depois de instalarem a confusão devido a um alegado engano.
Os detidos foram constituídos arguidos.


Marcações: GNR, burlões, método troco

Imprimir Email