VÍDEO: Grupo Santiago promoveu debate sobre inteligência artificial



Qual o impacto da Inteligência Artificial no quotidiano? e como é que Guimarães está a preparar-se para a transformação tecnológica? Duas das muitas questões em foco na conferência "Guimarães na era da Inteligência Artificial", organizada pelo Grupo Santiago.
Ouviram-se experiências, partilharam-se conhecimentos e apresentaram-se visões do que vai ser o futuro...
A revolução já chegou aos diferentes quadrantes da sociedade..., na indústria, na economia, na política, na saúde, na educação e na assistência Social, a Inteligência Artificial está presente... E tudo o que é repetitivo poderá ser automatizado...
Uma infinidade de soluções para facilitar a vida e proporcionar bem estar... com riscos para quem não se adaptar à transformação digital.
Paulo Novais, - Professor de Informática no Departamento de Informática da Escola de Engenharia da Universidade do Minho e Presidente da Associação Portuguesa de Inteligência Artificial; Fernando Ribeiro - Professor da Universidade do Minho no Departamento de Electrónica Industrial; Miguel Moreira da Silva, Professor convidado do Instituto Superior Técnico e Paulo Almeida - Economista, foram os convidados nesta conferência que contou com a intervenção final do Presidente da Câmara de Guimarães. Domingos Bragança considerou irreversível a Inteligência Artificial, insistindo na importância do projecto I9G para o Concelho, de forma a que seja dado o salto para a Industria 4.0.... mas também para a Sociedade 5.0, essa revolução silenciosa que promete mudar... Mas, por um bem maior, a humanidade.

Marcações: Grupo Santiago, inteligência artificial , conferência-debate

Imprimir Email