Covid-19: Esperar e desesperar por declaração da Saúde Pública

Neste tempo de pandemia há quem espere e desespere por uma declaração que comprove ter estado em isolamento profiláctico.
Farta de tentar sem êxito contactar telefonicamente com a unidade de saúde pública de Guimarães, Carla Ribeiro decidiu «pôr pés ao caminho» e deslocara-se às instalações daquela entidade em Urgezes. Mas o seu objectivo não está fácil de conseguir, tal como outras pessoas que se encontram no local.

"Tive uma filha em isolamento profiláctico e tive necessidade de ficar em casa a cuidar dela. Quando necessitei de uma declaração comprovativa liguei para a Unidade de Saúde Pública", mas como "ninguém atendeu", Carla Ribeiro decidiu deslocar-se esta sexta-feira às instalações daquela entidade, instalada no Centro de Saúde de Urgezes.
"Por mais que se tente falar com alguém não se consegue. Não abrem a porta. Do exterior já bati à janela mas uma pessoa da segurança vem dizer para não bater", afirmou.
Carla Ribeiro promete continuar a aguardar, apreensiva, pela tão desejada e necessária declaração tal como muitas outras pessoas.

O Grupo Santiago já colocou a questão à ARS Norte mas não obteve resposta.


Marcações: covid-19, Unidade de Saúde Pública, declaração, icolamento profiláctico

Imprimir Email