Guimarães, Cidade Natal começa a 1 de Dezembro com abertura do Mercado de Natal



A Câmara Municipal de Guimarães apresentou, este sábado, o programa da iniciativa Guimarães, Cidade Natal.

Numa cerimónia que teve lugar no Museu de Alberto Sampaio, o presidente da Edilidade, Domingos Bragança, e a Vereadora com o pelouro da Cultura, Adelina Paula Pinto, tiveram a companhia de Isabel Fernandes, Directora daquele espaço museológico, e do Maestro Vítor Matos, da Sociedade Musical de Guimarães - Conservatório de Guimarães.

O programa começa no dia 1 de Dezembro com a abertura do Mercado Natal, e a ligação da Árvore de Natal, no Toural, e só termina a 8 de Janeiro de 2019.

A iniciativa Guimarães, Cidade Natal, é assente em quatro pilares. O primeiro incide precisamente na comemoração do Natal, numa vertente global, com a decoração da cidade, o Mercado de Natal que decorrerá na Alameda de S. Dâmaso, a animação itinerante e no Coreto, bem como os tradicionais Concertos de Natal. As comemorações do 17.º aniversário da elevação do Centro Histórico na lista de Património da UNESCO, a 13 e 14 de Dezembro, preenchem o segundo espaço de um programa que tem igualmente na sua base os Concertos de Natal, que começam a 15 de Dezembro. A Passagem de Ano apresenta uma novidade na edição deste ano, com mais um palco, na Plataforma das Artes, destinado a um público mais jovem. O Concerto de Ano Novo, a cargo da Orquestra de Guimarães, contará com Elisabete Matos. As iniciativas no âmbito do programa de acção social, com as Reisadas dos mais jovens e o Encontro de Reis, terão lugar no dia 8 de Janeiro do novo ano.

O presidente da Câmara salientou a ideia de que se trata de um programa "a pensar nos vimaranenses", destacando o "envolvimento das associações." Domingos Bragança lançou ainda a ideia de que na próxima edição, em 2019, o Largo do Toural possa ser o palco da festa de Passagem de Ano.

Já Adelina Paula Pinto destacou "o conceito diferente" adoptado este ano "com muitas novidades." Por exemplo, a Árvore de Natal protagonizará espectáculos de som e luz. "É importante contarmos com o envolvimento das escolas nas celebrações do 17.º aniversário da elevação do Centro Histórico na lista de Património da UNESCO", acrescentou.

Marcações: Domingos Bragança, Adelina Paula Pinto, Guimarães Cidade Natal

Imprimir Email