Executivo de Guimarães vota acordo para instalação do supercomputador no Avepark

A Vereação Municipal vai discutir e votar na sua reunião de segunda-feira a proposta do memorando para instalar no Avepark o supercomputador.
Trata-se de um acordo para a instalação do «MACC - Minho Advanced Computing Centre», estabelecido entre a Câmara Municipal, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia e a Universidade do Minho, no âmbito da «Rede Nacional de Computação Avançada».

O supercomputador de nível peta escala, denominado Deucalion, é capaz de realizar 10 mil biliões de operações por segundo, com uma arquitetura na fronteira da tecnologia para utilização pela comunidade científica e empresarial, apresentando uma massa de, aproximadamente, 26 toneladas e uma dissipação de 1,7 Mega Watts de potência eléctrica.

Para a instalação do supercomputador, a Câmara propõe-se comprar um lote de terreno no Avepark que incluiu um imóvel já existente e que cederá, juntamente com outros propriedade do Município, à Fundação para a Ciência e a Tecnologia que, por sua vez, celebrará com a UMinho um contrato de cedência dos referidos espaços.

Da agenda faz ainda parte uma proposta para prorrogar até 30 de Junho de 2021 as medidas excepcionais e temporárias de apoio às famílias, às empresas e ao emprego devido à Covid-19 e outra que propõe a manutenção do tarifário sobre a gestão de resíduos. Outra proposta, aponta para a atribuição de mais 500 cartões ABEM - Rede Solidária do Medicamento, no valor de 50 mil euros. Outra proposta aponta para a atribuição de subsídios no âmbito do IMPACTA, no valor global 303 mil euros.

Marcações: Universidade do Minho, Vereação Municipal, supercomputador, Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Rede Nacional de Computação Avançada

Imprimir Email